28 fev

Redes sociais registram explosão no debate sobre 15M após compartilhamento de Bolsonaro

No Twitter, houve um aumento de 550% no número de menções aos atos em apenas 48 horas

Atualizado em 5 de março, 2020 às 3:02 pm

A convocação do presidente Jair Bolsonaro via WhatsApp para comparecerem ao ato marcado para o dia 15 de março a favor do governo e contra o Congresso e o STF teve grande repercussão nas redes, como mostra análise da DAPP. No Twitter, houve um aumento de 550% no número de menções ao assunto em 48 horas, a partir da noite de 25 de fevereiro, quando saiu a primeira notícia sobre o assunto.

No dia 24 de fevereiro, haviam sido registradas 127 mil menções aos protestos, já saltando para 231 mil no dia seguinte (quase o dobro) e, em 26 de fevereiro, chegando a 830 mil.

Discussões sobre a imprensa, jornalistas e a cobertura do governo federal, que praticamente não se associavam ao assunto até o dia 25, chegaram a 173 mil menções no dia 26 — equivalente a 21% do total. 

Menções diárias no Twitter às manifestações de 15 de março

O episódio registrou ainda uma mudança no tom da convocação. Se até terça, a principal hashtag era #dia15pelobrasil, com 63 mil menções, a partir de quarta a ênfase converteu-se à hashtag #euapoiobolsonaro, com 188 mil menções (#dia15brasilnasruas vem depois, com 168 mil);

No Facebook, o volume geral de interações registrou aumento superior a 1.400% em 48h. Com 490 mil interações (soma de reações, comentários e compartilhamentos) no dia 24, os links relacionados registraram 3,3 milhões de interações no dia 25 e 7,4 milhões no dia 26.

No WhatsApp, monitoramento de grupos políticos identificou também aumento expressivo em convocações para os atos; em uma base de 90,3 mil mensagens em 64 grupos, de 21 a 27 de fevereiro, foram 125 posts sobre os protestos em 24 de fevereiro, 98 no dia 25 e 507 no dia 26.

 

Veja nossos amigos aqui porno, xnxxfr.org, xnxxyouporn, xxx, filme porno