01 dez

Oposição inunda redes com críticas a Flávio Dino no STF, mas não fura bolha

Atualizado em 20 de dezembro, 2023 às 9:23 am

Indicação de Flávio Dino ao STF gera nova onda de ataques ao ministro e movimenta tabuleiro político

 

Principais termos sobre Política Institucional no X
Período: 27 de novembro a 01 de dezembro, às 13h

Fonte: X | Elaboração: FGV ECMI

 

  • O número de menções individuais ao STF no X foi de 1.350.000. Dino também passa de 900.000 posts. A PGR e Paulo Gonet ficam em segundo plano; 

 

  • Parlamentares, influenciadores e veículos hiperpartidários de mídia falam em novo “risco autoritário à democracia” e atacam  Dino em todas as plataformas mapeadas, exigindo que Senado barre o nome do indicado;

 

  • Reações positivas de Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes são destaque. Apoiadores do governo também celebram nome como uma forte “dupla” para Alexandre de Moraes e debatem futuro de Dino na política;Para além desse debate e em menor destaque, a decisão do STF sobre responsabilidade da imprensa gera críticas nos diferentes campos políticos.

 

  • Para além desse debate e em menor destaque, a decisão do STF sobre responsabilidade da imprensa gera críticas nos diferentes campos políticos.

 

Viagem internacional de Lula e COP 28 garantem novo destaque positivo para a figura do presidente

 

  • A viagem internacional de Lula vem repercutindo positivamente nas redes. Os elogios à busca por novos investimentos se somam à comemoração por queda do desemprego e  superam críticas a negociações com Arábia Saudita;

 

  • Expectativa com protagonismo do país e do mandatário na COP 28 também ficaram em destaque. O discurso de Lula levou à alta de 50% nas menções a ele às 12h da sexta, 1º de dezembro, inclusive em páginas internacionais.

 

Debate legislativo cresce nas proximidades do recesso parlamentar e movimentações antecipam disputas de 2024

 

Principais posts de parlamentares no Instagram
Período: 27 de novembro a 01 de dezembro, às 13h

 

  • O requerimento para criar a “CPI do STF” na Câmara gerou mais de 250 posts de deputados no Facebook e no Instagram, enquanto Pacheco volta a falar em pautar, em 2024, o estabelecimento de mandatos fixos para a Corte;

 

  • Parlamentares da oposição conseguem alto engajamento em posts elogiosos a candidatos apoiados por Jair Bolsonaro para 2024, como Pazuello. Tema eleitoral também aparece em falas de Pacheco sobre restrição à reeleição.