15 ago

Na disputa pela sucessão de Bolsonaro, Tarcísio valoriza sua atuação em SP, enquanto Michelle e Flávio se apoiam na imagem do ex-presidente

Atualizado em 12 de dezembro, 2023 às 10:32 am

  • Enquanto a ex-primeira dama se destaca no Instagram, Flávio Bolsonaro é protagonista no Facebook. Tarcísio, contudo, apresenta maior tendência de crescimento em ambas as redes;
  • No debate específico sobre sucessão, Tarcísio de Freitas e Michelle Bolsonaro são os destaques. O governador, no entanto, é visto como a escolha que atrairá mais votos da direita moderada;
  • Com especulações na imprensa tradicional e hiperpartidária, o tom de incerteza é preponderante, sendo alimentado por atores políticos, como Tarcísio e Bolsonaro.

 

A discussão em torno de uma “nova” liderança para substituir Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2026 vêm, pelo menos desde janeiro de 2023, fazendo parte do debate político mais amplo. Tendo isso em vista, a FGV Comunicação Rio monitorou as redes e as menções a figuras que estão sendo cogitadas para representar a direita em 2026, para indicar seu tamanho e atuação online. Deste ponto, destaca-se um considerável protagonismo de Michelle Bolsonaro no Instagram e de Flávio Bolsonaro no Facebook. Ainda assim, é o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, quem apresenta maior tendência de crescimento em ambas as plataformas.
Em um segundo momento, este levantamento explicita as características da discussão específica sobre a sucessão de Bolsonaro, indicando que, apesar do tom ainda predominante de dúvidas e incertezas, Tarcísio de Freitas e, lateralmente, Michelle Bolsonaro figuram como as escolhas mais assertivas.

 

Atuação digital dos possíveis sucessores de Bolsonaro à presidência

 

Menções a possíveis sucessores de Bolsonaro no X
Período: de 1º de janeiro a 15 de agosto de 2023

Fonte: X | Elaboração: FGV ECMI

 

  • O senador Flávio Bolsonaro permanece estável durante o período analisado, acumulando o maior número de menções. As postagens relacionadas ao primogênito de Bolsonaro com maior número de interações destaca sua atuação parlamentares, declarações críticas ao presidente Lula e o anúncio de que seria pré-candidato a prefeito do Rio de Janeiro;
  • O governador Tarcísio de Freitas e a ex-primeira dama Michelle Bolsonaro também se destacam entre os mais mencionados, mas tem mais oscilações durante o período. Enquanto Michelle se destaca no início do ano por causa das jóias que teria recebido de presente da Arabia Saudita, Tarcísio tem um crescimento maior a partir de maio em postagens sobre operações realizadas pela PM de SP e possíveis acenos positivos do governador ao governo Lula;
  • O governador Romeu Zema tem um pico de menções em janeiro, relacionadas a sua recusa em se encontrar com o presidente Lula. Já o General Braga Netto foi vinculado aos acampamentos em quartéis e atos antidemocráticos do dia 8 de janeiro. Tereza Cristina, Eduardo Leite e Ratinho Jr. tiveram baixo volume de menções durante todo o período.

 

Menções a possíveis sucessores de Bolsonaro no Telegram
Período: de 1º de janeiro a 16 de agosto de 2023

Fonte: Telegram | Elaboração: FGV ECMI

 

  • Nos grupos de Telegram, Tarcísio se destaca, com menções majoritariamente positivas. Advindas sobretudo de eleitores de Bolsonaro, estas menções enquadram Tarcísio como uma figura extremamente relevante e influente na cena política, com elogios também à condução da segurança pública de São Paulo. As mensagens acrescentam ainda que as supostas desavenças entre o governador e Bolsonaro teriam sido apenas uma encenação para Tarcísio conquistar os votos de eleitores mais moderados;
  • Com exceção de Michelle e Flávio Bolsonaro, que aparecem respectivamente em segundo e terceiro lugar nas buscas, os outros possíveis sucessores são mencionados de modo pouco significativo. Entre as mensagens que citam a ex-primeira-dama, destacam-se elogios à sua conduta, atualizações sobre eventos e agenda, além de conteúdos que comemoram o fato de Michelle estar à frente do PL Mulher. Em relação a Flávio Bolsonaro, repercutem mensagens que convidam os usuários a seguirem as diferentes redes do senador.

 

Engajamento médio dos possíveis sucessores de Bolsonaro no Instagram
Período: de 1º de janeiro a 15 de agosto de 2023

Fonte: Instagram | Elaboração: FGV ECMI

 

  • No Instagram, Michelle Bolsonaro tem melhor desempenho, com engajamento significativamente superior ao governador Tarcísio, que é o segundo nome entre os possíveis sucessores na plataforma. Entre as postagens com maior engajamento, estão um vídeo em que a ex-primeira dama utiliza os produtos da sua linha de cuidados faciais no rosto do ex-presidente Bolsonaro e versículos bíblicos. Há poucos conteúdos relacionados a atividades políticas entre os de maior destaque;
  • Tarcísio de Freitas tem mais engajamento em postagens ligadas a sua gestão em São Paulo, em especial conteúdos sobre investimentos no Estado e obras de infraestrutura. Já no perfil do senador Flávio Bolsonaro, se destacam postagens críticas ao presidente Lula e ao PT e elogios ao ex-presidente Bolsonaro;
  • No que diz respeito à variação no número de seguidores destes perfis, Tarcísio é destaque absoluto, com um ganho de 73.211 seguidores desde o início de agosto. O governador figura bem à frente de Zema e Flávio Bolsonaro, que ganharam respectivamente 22.685 e 17.910 seguidores. A ex-primeira dama, apesar de destaque no Instagram, ganhou apenas 1.019 seguidores, apresentando uma tendência de queda desde o dia 9 de agosto.

 

Engajamento médio dos possíveis sucessores de Bolsonaro no Facebook
Período: de 1º de janeiro a 15 de agosto de 2023

Fonte: Facebook | Elaboração: FGV ECMI

 

  • No Facebook, há um protagonismo explícito de Flávio Bolsonaro e Tarcísio de Freitas. Cada um reúne mais do que o dobro de engajamento médio em relação a Eduardo Leite e Romeu Zema, que figuram em terceiro e quarto. Nas postagens de maior engajamento de Flávio, o antipetismo é característica predominante. Já nos posts de Tarcísio, prevalece um tom mais independente, com a divulgação de seus feitos à frente do Governo de São Paulo;
  • Ao observarmos ainda a variação no número de seguidores destes perfis, de 1º a 16 de agosto, nota-se que Tarcísio e Flávio também se destacam, com um ganho de 1.853 e 1.730 seguidores respectivamente. Outros nomes, como Zema e Eduardo Leite ganharam 799 e 186 seguidores. Ratinho Júnior, por sua vez, perdeu 60 seguidores desde o início de agosto.

 

Debate geral sobre a sucessão de Bolsonaro para 2026

Evolução de menções ao tema no X
Período: de 1º de janeiro a 15 de agosto de 2023

Fonte: X | Elaboração: FGV ECMI

 

  • Em janeiro, já era possível mapear posts relacionados à próxima eleição presidencial, com eleitores questionando “Você é a favor da candidatura do nosso presidente Jair Bolsonaro à Presidência em 2026?”. Aqui, parte majoritária das publicações defendia a reeleição do ex-presidente, sem considerar uma sucessão. No entanto, este tom começou a mudar já no final de janeiro, após o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, cogitar a eleição de Michelle Bolsonaro, caso o ex-presidente desistisse da candidatura.
  • Em maio, o debate voltou a crescer, após Costa Neto demonstrar apoio à candidatura de Carlos Bolsonaro, filiado ao Republicanos. O apoio, contudo, foi limitado aos cargos de vereador, deputado estadual ou federal. A presidência não foi cogitada.
  • O maior pico do período, no entanto, foi mapeado em 30 de junho, quando Bolsonaro se tornou inelegível. Neste ponto, publicações diversas permeiam o debate: de um lado, apoiadores de Bolsonaro afirmam que o ex-presidente ainda é uma liderança no campo e que será decisivo para 2026; de outro, a oposição se preocupa com as possíveis figuras a assumirem o lugar de Bolsonaro.
  • Nesse sentido, Tarcísio de Freitas é enquadrado enquanto uma escolha “óbvia”, que atrairá todos os votos da direita, mas o nome de Michelle Bolsonaro segue sendo evocado como uma possibilidade.

 

Posts sobre o tema no Facebook e no Instagram
Período: de 1º de janeiro a 16 de agosto de 2023

Fonte: Facebook e Instagram | Elaboração: FGV ECMI

 

  • No Facebook e no Instagram, o debate em torno da sucessão de Bolsonaro é dominado pela direita, com veículos de mídia hiperpartidários e atores políticos. Canais da imprensa mais tradicional também se destacam;
  • O  foco do debate, assim como no antigo Twitter, reside em Tarcísio de Freitas e Michelle Bolsonaro. O governador e a ex-primeira dama ora aparecem como possíveis oponentes nas eleições, ora como aliados de chapa. Entre os dois, Tarcísio se destaca como a escolha mais “sensata”, o favorito do mercado e aquele que conseguiria reunir votos da direita e da extrema-direita. Já Michelle é menos considerada como uma escolha concreta, alimentando afetos de uma base mais radicalizada. 
  • Mesmo com estes nomes em circulação, o tom de dúvidas e incertezas ainda é predominante. Essa instabilidade, não raro, é alimentada pelas próprias figuras políticas, a exemplo da recente fala de Tarcísio sobre não se candidatar à presidência.

 

Principais links noticiosos sobre a sucessão de Bolsonaro no Facebook

Período: de 1º de janeiro a 16 de agosto de 2023
Fonte: Facebook | Elaboração: FGV ECMI

  • Veículos hiperpartidários de direita dominam os links noticiosos em circulação no Facebook, que se dividem em duas vertentes principais: uma que discute de modo mais geral a sucessão, tratando da força política de Bolsonaro e tentando prever sua influência em 2026; já a outra foca em nomes mais específicos, com ênfase em Tarcísio de Freitas e, lateralmente, em Michelle Bolsonaro.