06 set

Lula fica em destaque negativo na semana com ciclone no RS e declarações sobre STF

Oposição explorou acontecimentos e críticas ficam em evidência

Atualizado em 12 de dezembro, 2023 às 10:28 am

Ciclones no Rio Grande do Sul se tornam principal tema da semana e impactam política nacional

 

Principais termos sobre Política Institucional no X (antigo Twitter)
Período: 28 de agosto a 01 de setembro

Fonte: X | Elaboração: FGV ECMI

 

  • Desastre ambiental no Rio Grande do Sul toma conta do debate político semanal com repercussão fortemente negativa sobre ausência de Lula. Oposição alcança forte destaque no debate ao explorar o tema.
  • Os comentários de Janja da Silva a respeito da viagem para a reunião do G20 na Índia intensificaram as críticas ao casal por alegada “insensibilidade” e “desprezo” pela população do Rio Grande do Sul. Oposição também fala em opção por “esbajar dinheiro público” em vez de prestar solidariedade;
  • Sem destaque, base governista buscou divulgar ações governamentais, como o envio de representantes ministeriais, a liberação de verbas e o anúncio da ida de Geraldo Ackmin. Os destaques postivos eram, por vezes, contrapostos positivamente às ações de Jair Bolsonaro em sua gestão. 
  • Em evidência ao longo de toda a semana, base governista comemorou a ausência de manifestações bolsonaristas no 7 de setembro. Publicações da oposição ficam em maior destaque entre parlamentares: eles falam em “esvaziamento” e “desgaste” do governo.

 

Episódios da semana acirram tensões envolvendo Lula

  • Oposição explora repercussão negativa à declaração de Lula sobre voto secreto no STF e classifica presidente como “inimigo da liberdade”. Grupo também repercute críticas de Lira e ministros aposentados do STF;
  • Base progressista não pauta fortemente o tema, mas comentários negativos também são residualmente registrados, sobretudo quando articulados com nova onda de apreensão para indicação de substituto de Rosa Weber;
  • Declaração sobre voto secreto e mobilização de Gregório Duvivier geraram pico de menções ao STF no dia 5. Debate segue em tendência de alta ainda maior no dia 6, com fala de Toffoli sobre “erro judiciário” contra Lula .

 

Com demissão de Ana Moser, base critica Arthur Lira e oposição comemora “derrota” do governo

  • Usualmente em baixo destaque nas redes, Ana Moser foi a segunda ministra mais citada no debate mapeado sobre o governo federal entre os dias 04 e 09 de setembro, atrás apenas de Flávio Dino;
  • Ao debater o tema, base governista lamenta saída, mas justifica demissão por manutenção de governabilidade e pauta mobilização para as futuras eleições para o Congresso, resposabilizando negativamente Arthur Lira. Já a oposição fala em nova “derrota” e “incoerência” do governo;
  • Divulgação de nome de André Fufuca como possível substituto da ministra abala base governista, que critica fortemente a possibilidade.