30 jun

Declaração de inelegibilidade de Jair Bolsonaro encerra semana com forte debate nas redes

Atualizado em 5 de julho, 2023 às 1:55 pm

🔥 Em alta: Celebrações pelo declaração de inelegibilidade de Jair Bolsonaro tomam as redes no dia 30, após semana de forte debate político sobre o tema. Até parlamentares governistas ficaram em alta no Facebook;
🧊 Em baixa: Apoiadores de Bolsonaro perdem força no debate político semanal e termos relacionados às acusações de perseguição política são pouco expressivos diante de comemorações;
⚔️ Em disputa: Oposição ao governo critica participação de Lula no Foro de São Paulo e declaração sobre o conceito de democracia. Grupo também criticou decisão do Ministério Público sobre Jovem Pan;
👀 Em aberto: Declarações de Gustavo Gayer sobre “capacidade cognitiva de africanos” impulsionam manifestações de repúdio e pedidos de cassação na plataforma em maioria de perfis progressistas, em caso agora sob apuração;

 

Debate político no Twitter

Principais termos do debate político semanal no Twitter
Período: de 26 a 30 de junho, às 17h

Fonte: Twitter | Elaboração: Escola de Comunicação, Mídia e Informação da FGV

 

  • O julgamento do ex-presidente no TSE se manteve como a principal pauta do debate político ao longo de toda a semana, com especial ênfase após a conclusão pela declaração de inelegibilidade. As sessões de 27, 29 e 30 de junho movimentaram as redes com comentários de usuários comuns, influenciadores, jornalistas e políticos que divergiram em suas avaliações sobre os votos do ministros e o significado da ação da Corte;
  • Já no dia 30, variadas declarações celebratórias em torno do resultado do julgamento se destacaram no debate, consolidando a menção a “Bolsonaro já estar inelegível” e “fora da política” até 2030. Usuários também apresentam reflexões sobre o significado do evento, indicando que ele não acaba com a “extrema-direita”, mas é significativo por “estarmos oficialmente livres de Bolsonaro até 2030”;
  • Com menor representação entre os termos mais recorrentes no dia, apoiadores de Bolsonaro também comentaram a última sessão do julgamento. Eles reforçam a perspectiva de que teria havido um julgamento político, parcial e pouco surpreendente, já que Bolsonaro estaria condenado desde o princípio. Reitera-se, também, o “apoio popular” a ele;
  • Temas correlatos ao julgamento também aparecem em destaque no debate semanal. É o caso das menções relacionadas às urnas eletrônicas. Apoiadores de Bolsonaro resgataram declarações do agora ministro Carlos Lupi (PDT) em alegado apoio ao voto impresso, sem o qual “a fraude impera”;
  • Outro tema em destaque na semana envolve a mobilização de perfis, alinhados à direita, contrariamente à decisão do MP pela cassação da concessão de três outorgas de radiodifusão da Jovem Pan. O pedido é caracterizado pelo grupo como o “fechamento” e “censura” do veículo por parte do “governo Lula”. Outros usuários defendem a decisão do Ministério Público ao afirmarem que a Jovem Pan tem violado as leis.