Veja nossos amigos aqui nimfomane.org, xnxxfr.org, fucktube, xnxxyouporn, xxx, filme porno
22 jun

A declaração dos 34 marcou a semana no Twitter

por Espacio Público | Chile

Atualizado em 28 de junho, 2021 às 9:47 am

Com o objetivo de monitorar, por meio das redes sociais, a opinião pública sobre diferentes discussões em nível nacional, criamos o projeto Debate Digital. Procuramos analisar o movimento das redes sociais por meio de diferentes ferramentas para conhecer melhor os participantes da discussão, as formas de se relacionarem e suas estatísticas. Neste caso, analisamos os dados do Twitter com a aplicação Trendsmap.

Nesta primeira publicação tivemos como objetivo analisar o que as pessoas estão dizendo no Twitter sobre o processo constituinte e a Convenção Constitucional na última semana (de terça-feira, 15 de junho, a segunda-feira, dia 7 do mesmo mês). De 192 horas de dados, foram publicados um total de 135 mil tuítes relacionados ao tópico e 108,2 mil retuítes (80%). Em média, foram 120 tuítes por minuto, o máximo de tuítes por minuto ocorreu na noite de 13 de junho (19h49), e a maior frequência de tuítes por hora ocorreu no dia 10 de junho às 13 h.

Este pico nos tuítes sobre a convenção e o processo está relacionado com a formação do grupo de 34 constituintes “Vocería de los Pueblos” (Vozerio dos Povos) e a declaração sobre os acordos de 15 de novembro e a abordagem de seis garantias democráticas. Embora esta declaração tenha sido feita no dia 8 de junho, a imprensa tradicional a noticiou no dia 9 e se tornou um debate nas redes sociais.
A seguinte nuvem de palavras mostra a frequência com que as palavras são usadas em tuítes associados ao debate sobre o processo constituinte. As “Regras”, a palavra “Povo” e as referências ao “acordo” (provavelmente a partir de 15 de novembro) foram as que receberam mais menções na discussão.

A imagem abaixo mostra a frequência de hashtags usadas durante as conversações relacionadas ao processo constituinte. Ela mostra que o debate em torno da eleição para governador regional em diferentes meios de comunicação está relacionado com o debate em torno do processo constituinte. Para a comunidade digital, os programas políticos de rádio e televisão, embora não abordem diretamente questões relacionadas com o processo constituinte, servem como referência para participar deste debate.

A aplicação Trendsmap permite saber quais tuítes têm mais retuítes, mais influência (seguidores), mais respostas e os mais citados. Dentro dos dados da semana consultada, vários dos tuítes nestas categorias estão relacionados com a declaração da “Vocería de los Pueblos”.

Por outro lado, pudemos conhecer as interações entre as diferentes contas que participaram da conversação. Duas importantes comunidades de participantes podem ser claramente observadas no Twitter, alinhadas em torno de figuras como José Antonio Kast, em uma ponta, e as contas de Piensaprensa e Mister_wolf_0, na outra. Esta última é a que conta com mais retuítes durante a semana com conteúdo associado ao processo constituinte, seguida por Felipe Bianchi e Franco Basso.

Mapa de comunidades:

Nota metodológica

Este relatório foi construído com base na consulta das interações no Twitter por meio da aplicação Trendsmap, que permite obter informações detalhadas sobre qualquer conversação realizada nesta plataforma usando termos de busca e filtragem por meio de várias opções disponíveis.

Para este estudo de caso, foram utilizados termos que permitiram abordar as conversações dos usuários da rede social em torno do processo constituinte no Chile. Para isso, foram utilizadas palavras e hashtags associadas ao tema. A consulta foi a seguinte: Constituyent* OR Constitucional* OR Constitucio* OR Convencion* OR #ConvencionConstitu* OR #procesoconstitu* OR #nuevaconstituci* OR #Constituc*
As seguintes etapas foram seguidas para criar o mapa da comunidade. Em primeiro lugar, um banco de dados de interações em formato de redes direcionadas e com um peso associado a cada nó foi baixado da plataforma Trendsmap. Em segundo lugar, o banco de dados foi convertido para o formato dataframe e os cabeçalhos das colunas foram modificados com etiquetas apropriadas para tornar o arquivo compatível com o software Gephi. Em seguida, o banco de dados foi carregado no software, onde técnicas de clustering foram aplicadas por meio do indicador de modularidade. Por último, o algoritmo de visualização Force Atlas 2 foi utilizado para a plotagem.

*A Sala de Democracia Digital é uma ação da FGV DAPP, em parceria com Chequeado, na Argentina, Espacio Público, no Chile, Linterna Verde, na Colômbia e Ojo Público, no Peru. Nós monitoramos o debate público nas redes sociais pela América Latina.

A análise original está disponível no site do Espacio Público aqui.